18 de julho de 2009

História - Sermão aos pássaros

História
Sermão aos Pássaros


(Do Livro das Virtudes para Crianças, p. 66-67)

São Francisco era muito amável e afetuoso, não apenas com os homens, mas com todas as criaturas vivas. Referia-se aos pássaros como seus irmãozinhos alados e não tolerava vê-los sofrer. Na época do Natal, espalhava farelos de pão perto das árvores para que eles pudessem festejar também. Numa ocasião, quando um menino lhe deu um casal de pombas que havia capturado, São Francisco construiu-lhes um ninho onde a fêmea pôde por seus ovos. O tempo foi passando e os ovos chocaram, gerando uma linda ninhada. As pombinhas eram tão mansas, que pousavam nos ombros de São Francisco e comiam diretamente de sua mão. Contam-se muitas histórias acerca do grande amor e compaixão desse homem pelas receosas criaturas dos campos e das florestas.
Um dia, enquanto caminhava pelos bosques, os pássaros levantaram vôo das árvores onde se encontravam e foram até ele para cumprimentá-lo. Entoaram os trinados mais encantadores para demonstrar seu afeto. E ao perceberem que ele iria falar-lhes,pousaram na relva para escutá-lo.
- Ó lindos passarinhos! Eu amo todos vocês, pois são meus irmãozinhos alados.
Deixem-me dizer-lhes uma coisa, meus queridos irmãozinhos: vocês devem sempre amar e respeitar a Deus.
- Pois vejam o que Ele lhes dá: asas para cruzarem os ares. Dá-lhes roupagem protetora e bela. Dá-lhes o ar para nele se movimentarem e dele fazerem sua morada.
- E pensem nisso, irmãozinhos: vocês não precisam plantar nem colher, pois Deus lhes dá o alimento. Dá-lhes os rios e córregos, cujas águas podem beber. Dá-lhes as montanhas e os vales, onde podem repousar. Dá-lhes as árvores, onde vocês podem construir seus ninhos.
- Não trabalham a terra nem o tear; Deus cuida de vocês e de seus filhotes. Deve ser, então, porque Ele ama vocês. Portanto, não sejam ingratos; cantem em seu louvor e agradeçam Sua caridade.
Nesse momento, parou de falar e observou ao redor de si. Todos os pássaros saltaram alegres. Abriram as asas e os bicos para demonstrar que haviam entendido suas palavras.
E depois de receberem a bênção do santo, fizeram ouvir seus trinados; e a floresta inteira encheu-se de alegria e júbilo com o maravilhoso canto dos pássaros.
(Tradução de Ricardo Silveira)

São Francisco nasceu na segunda metade do século XII em Assis, na Itália. Fundador da ordem dos Franciscanos, é admirado até hoje por sua vida simples e despojada, seu amor pela paz e respeito por todas as criaturas vivas. Esta é uma das histórias mais famosas a seu respeito.

“...recebei como obrigação sagrada o dever de amparar os animais na escala progressiva de suas posições variadas no planeta. Estendei até eles a vossa concepção de solidariedade, e o vosso coração compreenderá, mais profundamente, os grandes segredos da evolução (...)”
(do livro “Ave Cristo”, de F. C. Xavier/Emmanuel).
*Desconheço a autoria

Nenhum comentário: