1 de março de 2010

História - Corações aprendizes (Progresso Moral e Intectual)

Corações aprendizes
(Lei de Progresso / Progresso Moral e Intelectual)

Esta é a história de três crianças, três corações com histórias diferentes, mas que buscam mudar, aprender. São: Ana Clara, Pedro Henrique e Vitória. Eles estudam numa mesma escola, mas são apenas colegas, apenas se conhecem de vista.

A primeira criança:


Essa é Ana Clara. Ela é geniosa, ambiciosa, orgulhosa e muito estudiosa. Esta sempre lendo ou escrevendo. Não tinha muitos amigos, apenas uma colega de escola que se entendia mais.


Um dia, essa colega adoeceu. Uns de seus colegas de escola e os professores convidaram-na para a visitarem juntos. Mas ela recusou disse que precisava estudar e não tinha tempo para isso. Ela é assim, não se preocupa com as pessoas.
* Lembrando a vocês que todos nós estamos sempre evoluindo de alguma forma e que temos o livre-arbítrio para fazer escolhas.

Interferência: Que tipo de progresso Ana clara está fazendo?


A segunda criança:

Esse é Pedro Henrique. Ele é sempre muito atencioso e carinhoso, gentil. Obedece aos pais, faz suas lições e ainda ajuda sua mãe em algumas tarefas domésticas. Mas o que gosta muito é de ajudar seu pai na pequena oficina de móveis. Não gosta de estudar, está sempre ajudando, cooperando com todos, mas, estudar... Só fazia o dever de casa.


Perto de sua casa tem um asilo, ele está sempre por lá. Chama a todos os idosos de vovô e vovó e é muito carinhoso, gosta sinceramente deles. Senta no colo dos seus vovozinhos, ouve as histórias com alegria, brinca e se diverte com eles. Eles são seus melhores amigos.

Interferência: Que tipo de progresso Pedro Henrique está fazendo?

A terceira criança:

Essa é Vitória. Menina alegre, esperta, boa, gentil e carinhosa, mas tem momentos que pirraça, orgulhosa é muito insistente e cabeça dura. Ela sabe disso e quando percebe que está sendo pirracenta e insistente, trata logo de mudar de atitude, pede desculpas para a pessoa, reconhece seu erro e se esforça para que aquilo não se repita.
Estuda muito, decidiu ser médica e sabe que vai ter que estudar muito mais. É muito organizada. Ela estuda pela manhã, chega em casa, almoça com seus pais, arruma a cozinha pra sua mãe e depois faz seus deveres de escola.

Tem uma amiga especial que gosta muito, ela é paraplégica e anda de cadeira de rodas. Vitória está sempre junto dela, ajuda-a na escola levando-a por todos os lugares, leva-a para brincar junto de seus amigos.
Nos finais de semana, ela participa da evangelização espírita do centro, e lá tem muitos amigos; gostaria de trazer sua amiga especial, mas a família da menina é católica. Ela participa ainda da campanha do quilo com seus pais.


Vitória gosta muito de ajudar, é muito prestativa e por isso quer muito ser médica, e é para poder ajudar as pessoas.

Interferência: Que tipo de progresso Vitória está fazendo?

* História e ilustração: Simone Anastácio

Nenhum comentário: