5 de maio de 2010

Aula - Imortalidade da Alma

PLANO DE AULA

IMORTALIDADE DA ALMA


Objetivos da aula: conscientizar os evangelizandos de que todas as pessoas são formadas de corpo físico e Espírito. Quando morremos apenas o corpo físico morre, o Espírito continua vivo. E que cuidamos do Espírito quando temos bons pensamentos.
Prece inicial
Canções para harmonização


Primeiro momento – Aula teórica
IMORTALIDADE DA ALMA (Colar no quadro um cartaz com o tema da aula) – Iniciar aula falando sobre o tema.
Perguntar se sabem responder o que quer dizer: IMORTALIDADE DA ALMA e a seguir explicar que é a sobrevivência do Espírito após a morte do corpo físico; é a continuação da vida do espírito imortal sem o corpo físico.
Explicar aos evangelizandos que o tema certo para a morte física é a palavra desencarnação e que significa o processo pelo qual o espírito se desprende ou desliga do corpo.

O que acham desse desenho? O que ele representa?

Esse desenho é mais artístico, é apenas uma representação para ilustrar o tema que iremos estudar. Pelo princípio ensinado pelo espiritismo, ele mostra um espírito completamente partindo para o mundo espiritual.
Quando o corpo morre, não mais oferece condições para que o espírito o anime, cessando a função orgânica há o desligamento do perispírito; assim livre retorna ao mundo espiritual. Não há nada de aterrador ou trágico na desencarnação, desde que seja encarada com naturalidade, respeitando-se as sábias leis de Deus. É um momento de prece e reflexão, calma e respeito à vontade, sem desespero com tranqüilidade.

Para onde vai o espírito? Que é mundo espiritual?
Após o desencarne o espírito liberto do corpo físico vai para o mundo espiritual, este é semelhante ao mundo material; não podemos vê-lo, tocá-lo, pois é invisível como o ar que respiramos. Ele é semelhante também aos micróbios, o pensamento, as ondas de rádio e TV que não podemos enxergar, tocar, mas existem.
Nesse momento, para descontraírem, pedi que tocassem a si mesmos seus colegas, também os objetos em torno deles; depois então, tocassem o ar, o pensamento, os micróbios, etc. Eles se divertiram e brincaram e continuamos a aula.
Existem, portanto dois mundos que são paralelos, o corporal ou material composto de espíritos encarnados e o espiritual formado pelos espíritos desencarnados. O mundo espiritual ostenta-se por toda parte, em nosso redor ou no espaço. Não podemos distingui-los, pois não podemos vê-los (como o ar) e não se confundem.
No mundo espiritual existem as mesmas coisas que aqui existem; continuamos nos vestindo, alimentando, trabalhando, estudando, brincando... Assim encontramos lá, escolas, lares e famílias, hospitais, templo de oração, praças, parques, bosques, natureza e animais, artes, vida social.
Após o desencarne a vida continua normal, pois a diferença está em que deixamos a veste física. Levaremos no coração os mesmos sentimentos e até os problemas, os afetos e desafetos. Assim o mundo espiritual é normal e principal; ele é a vida verdadeira do espírito, pois a vida física é passageira, o mundo físico é apenas escola para o espírito evoluir e o mundo espiritual é sua casa. Assim ao desencarnamos estamos apenas retornando pra casa após novo aprendizado na Terra.

Segundo momento: mostrar um balão murcho. Perguntar se é possível brincar com ele murcho e o que é preciso fazer para que possamos brincar com ele? Encher o balão de ar. Nós vemos o ar que está no balão? E nosso corpo físico precisa de quem para poder trabalhar na Terra? Do Espírito.
Após a exposição o evangelizador deverá encher um balão até estourar e depois relacionar o Espírito com ar, e o corpo com os pedaços de bexiga:
- O que aconteceu com o ar que estava dentro do balão? Continua tendo as mesmas propriedades.
- Para que servem os pedaços da bexiga estourada? Tem alguma utilidade? Se decompõe na natureza ou é reciclado.
Obs.: o Espírito vai para o Mundo Espiritual e continua a sua trajetória evolutiva; o corpo físico se decompõe, servindo de alimento para vermes pequenos. Não ressuscita, não retorna a vida.
Explicar que somos formados de corpo e Espírito. Nós não enxergamos o nosso Espírito assim como não enxergamos o ar do balão. O que dá vida ao corpo é o Espírito que é imortal. Quando morremos, isto é, desencarnamos, o nosso Espírito continua vivo. O que levamos com a morte do corpo físico são nossas atitudes, pensamentos e sentimentos. Não levamos, porém, os bens materiais (nossos cadernos, bicicleta, boneca, computador, TV, nossa casa).

Terceiro momento: Aula visual – Espírito, Perispírito e Corpo físico
Exposição com desenhos sobrepostos: Corpo físico é representado por um desenho de papel (exemplo um desenho qualquer de um jovem) – o Perispírito é feito de plástico e o Espírito é representado por uma chama de vela ou lanterna. Um cordão prateada ligando o perispírito e o corpo.
Há no homem três coisas, portanto somos constituídos de:
1. Corpo físico ou ser material;
2. Alma, ou Espírito encarnado no corpo;
3. Perispírito, envoltório fluídico do Espírito.

I. ESPÍRITOS:
Quem são os Espíritos?
São os seres inteligentes da criação; são individualidades criadas por Deus. Foram todos criados simples e ignorantes, como bebês sem nada saber.O universo é povoados de Espíritos.
Este desenho (mostrar gravura representativa) procura dar idéia do espírito, sem nenhuma cobertura, sem forma, sem nada que o envolva, segundo os ensinos que Allan Kardec recebeu de Espíritos superiores, esclarecendo que: O ESPÍRITO É UMA CHAMA, UM CLARÃO, LEMBRA O BRILLHO DE UMA ESTRELA OU SOL, como de fato deve ser um espírito: um foco irradiando sua luz. Espíritos não são matéria, são imateriais e não têm forma definida.

Representação gráfica de um grupo de espíritos

II. Perispírito:


Como que o espírito se manifesta e se mostra, sendo uma luz invisível aos olhos humanos?
Para se manifestar no mundo material o Espírito precisa de um corpo para revesti-lo como uma roupa, portanto o espírito se manifesta através de seu PERISPÍRITO que é um CORPO ESPIRITUAL constituído não por matéria palpável que é feita o nosso corpo físico, é uma substância vaporosa (para nossos olhos) que envolve o Espírito, como uma capa ou um revestimento. É um tipo de matéria que é tão sutil que não é vista por nós, como o ar por exemplo. O perspírito envolve o Espírito como uma capa o modelando e dando forma, ele é o intermediário do corpo físico e o Espírito.
O ESPÍRITO sempre vai possuir um PERISPÍRITO para viver e se manifestar no mundo físico; ele está dentro do corpo. Pode elevar-se na atmosfera e transportar-se para onde queira na velocidade do pensamento e atravessar paredes e objetos.
Liga o PERISPÍRITO ao corpo o CORDÃO DE PRATA, ele pode se esticar, permitindo que o Espírito se afaste, e enquanto encarnados nós o possuímos. O perispírito é o elo de ligação entre o Espírito e a carne.

III. Corpo Físico:

O Corpo físico é o envoltório material que reveste temporariamente o espírito; é a residência do espírito encarnado. O Espírito precisa do corpo físico porque através dele adquire experiências, virtudes e repara também os erros e imperfeições da alma; evoluindo e tornando-se um Espírito puro, sábio e bom como o de Jesus.
Como disse antes, o corpo nos serve temporariamente enquanto estamos encarnados. Após nosso desencarne o corpo fica aqui na terra e o Espírito com seu perispírito (como se fosse uma roupa), volta para o mundo espiritual vivendo a vida dos Espíritos.
*Após a explicação demonstrei com a representação do desenho - corpo e perispírito ligados ao cordão de prata - como se dava o desligamento temporário do perispírito durante o sono físico e como seria o desencarne: desligamento definitivo do corpo físico, retirando o fio de prata que ligava os desenhos representativos.

Conclusão:
Como podemos cuidar do nosso Espírito? Tendo boas atitudes, pensamentos e sentimentos; estudando, obedecemos aos pais, desejamos o bem aos nossos semelhantes, participamos da Evangelização Infantil, perdoamos, respeitamos o nosso próximo.

Citar exemplos de atitudes positivas como cuidado do Espírito: ser amigo, falar sempre a verdade, obedecer aos pais e professores, estudar, participar da Evangelização Infantil, ser pacífico (não brigar), ajudar quando solicitado ou mesmo sem ser solicitado, ser o ajudante da aula, orar, pedir desculpas, perdoar, respeitar o próximo.

Quarto momento: Atividade escrita.
Prece Final

4 comentários:

Troia disse...

Maravilhosa essa aula;
pra mim foi de grande utilidade,
farei minha aula sobre a ALMA
totalmente baseada nessa.
Muito obrigada mesmo que DEUS
continue lhes iluminandom sempre.


Helena Nunes

Anônimo disse...

obrigada!!! essas postagem te me auxiliado muito, só tenho que agradecer. Amo vcês!!! bjsss

Anônimo disse...

constantemente busco o site de vcês e tem me ajudado muito, meus pequenos gosta muito das aulinhas, fico muito agradecida!!! continuem sempre com o auxílio de nossos amigos de luz esse trabalho tão maravilhoso. Um grande abraço. Narah.

Anônimo disse...

Vou evangelizar crianças esse sábado e estava angustiada em relação a esse tema, no inicio achei que as crianças não iriam entender muito bem, mas com tantos exemplos e naturalidade, acredito que dará certo. Obrigada.