9 de junho de 2012

Aula - O Perdão das Ofensas

     O PERDÃO DAS OFENSAS
CAPÍTULO DO EVANGELHO: 10. BEM-AVENTURADOS OS QUE SÃO MISERICORDIOSOS

Objetivos:
- Levar as crianças a compreenderem  que perdoar consiste no esquecimento total das ofensas recebidas. Devemos perdoar sempre, pois estamos sujeitos ao erro e necessitaremos do perdão alheio. Quando Jesus nos convida a perdoar quantas vezes forem necessárias, Ele quer dizer que fazendo isso, estamos trabalhando para o nosso próprio equilíbrio espiritual.
- Estimular a compreensão da Bem Aventurança, contextualizada no Sermão da Montanha.
- Reconhecer o Perdão como um fundamento dos ensinos de Jesus, indispensável para nossa paz interior e nossa evolução moral.
- Identificar na reencarnação a valiosa oportunidade de nos reconciliar com nossos adversários.
- Sensibilizar sobre a fundamental importância de cuidarmos de nosso coração, mantendo-o limpo de mágoas e rancores, perdoando e reconciliando-nos com nossos adversários, para sermos verdadeiramente cristãos.  
- Relacionar a Parábola do Filho Pródigo com as nossas vidas, onde somos o filho e Deus, o Pai misericordioso.

Preparo da sala: Anteriormente a sala foi preparada da seguinte forma: foram retiradas as cadeiras, colado balões nas paredes escritos sentimentos bons.
Música para harmonizar
Prece Inicial
Primeiro momento: Contar a história com os evangelizando sentados confortáveis no chão formando um círculo.
“Mariana e Carol eram grandes amigas. Um dia, enquanto se divertiam dançando na sala, Carol pisou numa boneca de Mariana sem querer, quebrando-a.
  Ela pediu desculpa para a amiga, mas Mariana não quis saber, gritou com sua melhor amiga e não a perdoou.
A partir desse dia, Mariana não quis conversar mais com Carol, e isso deixou Carol muito triste.
Desde esse dia Mariana passou a carregar um sentimento muito ruim em seu coração.”




(Interferência) Vamos descobrir qual é esse sentimento? (dar dicas caso for preciso). Está certo é a mágoa, vamos ver como é ruim ficar com mágoa no coração? Todos pensem em alguém que não perdoaram por qualquer motivo...


Segundo momento: Atividade psicodramática:

1º momento: Distribuir bolinhas (de cor escura) feitas de papel para cada evangelizando.
Dizer a seguir: Agora imaginem que o que seguram na mão é uma mágoa que vocês não conseguiram perdoar. Ela está em vocês, grudada e não podem soltá-la.
Colar com fita adesiva envolvendo as mãos dos evangelizando para ficar seguro, uma bola em cada mão.

Será que uma mágoa ou uma ofensa atrapalha a vida de quem a carrega?

2º momento: Com as mãos tendo as bolas de papel grudadas, orienta-los a  fazer o seguinte:
* Orientá-los fazer uma coisa de cada vez dando tempo para que sintam a dificuldade em realizar o que está sendo pedido.
1. Bater palmas;
2. Cumprimentar uns aos outros;
3. Abraçar;
4. Pentear o cabelo;
5. Limpar o ouvido;
6. Abotoar botão ou amarrar sapatos, por exemplo;
7. Segurar objetos;
8. Fazer um desenho (distribuir folhas e lápis – desenho livre).

Terceiro momento: Reflexão:

E então, foi difícil fazer o que foi pedido? Assim é a mágoa no coração, ela é como a bola de papel, ela impede atrapalha quem a carrega de fazer uma porção de coisas boas.
E o que fazer? Perdoar. Como perdoar? Esquecendo a ofensa. Não ficar lembrando, não ficar contando o que aconteceu para todas as pessoas que encontrar. Não desejar o mal. Não colocar obstáculos para reconciliar, desejar se entender com a pessoa. Perdoar com o coração. Não devemos querer vingança.
Lembrá-los da lei de causa e efeito, que dá a cada um conforme seus atos. Jesus ao nos orientar a oferecer a outra face, não proibiu a defesa, mas condenou a vingança.

O que é perdoar de verdade? Esquecer com o coração o que aconteceu compreendendo a outra pessoa, não guardar mágoas, não desejar mal ao outro.

É importante se colocar no lugar do ofensor. Ele pode estar passando por um momento difícil, com problemas. Quem agride, ofende, machuca, ainda não aprendeu sobre o amor. Quando passarmos a entender que o agressor só age assim porque ainda não compreendeu o caminho da felicidade, não nos ofenderemos.

Vou contar pra vocês uma lição que Jesus deixou pra nós.
Certa vez Pedro se aproximou de Jesus e lhe perguntou: Senhor, quantas vezes perdoarei ao meu irmão quando pecar contra mim? Será até sete vezes?
Jesus lhe respondeu: Não vos digo que apenas sete vezes sete, e sim setenta vezes sete vezes. Devemos perdoar todas as pessoas e quantas vezes forem necessárias. Devemos nos perdoar também (auto-perdão), pois todos somos aprendizes, nossas experiências guardam lições valiosíssimas.
Quando não perdoamos fica um peso em nosso coração, causando tristezas, nos impedindo de fazer muitas coisas boas. É como se carregássemos uma pedra na mão sempre. É como se um veneno que fosse aos poucos entrando no nosso corpo podendo nos causar doenças, isso nos prejudica e atrasa nossa evolução.
Perdoar faz bem para quem perdoa, pois quando perdoamos nos sentimos bem e tranquilos. Emitimos bons sentimentos. Tiramos um peso das costas, sentimos alívio. Quando não perdoamos, ou ficamos magoados, guardamos lixo no coração.

Passar o lixo e dizer-lhes: Então, vamos jogar essa mágoa fora? Lembre-se de alguém que você não perdoou e jogue fora a mágoa que tem dele aqui. Convidá-los a seguir a repetir a atividade anterior de bater palmas, cumprimentar uns aos outro, abraçar.

Antes de encerrar e passar para atividade seguinte concluir a história:

Ah, você querem saber o final da história?

“Mariana andou muito triste e deprimida depois que tudo isso aconteceu. Não conseguiu desculpar à amiga e isso acontecia com frequência com os amigos, irmãos, colegas e mesmo família. Não sabia desculpar mesmo que fosse um simples acontecimento, não aceitava voltar atrás em suas atitudes, não reconhecia seus erros e nem queria compreender os erros dos semelhantes. Era orgulhosa e rancorosa, se ofendia por qualquer coisa.
Com essa atitude não tinha muitos amigos, ficara antipatizada tinha fama de briguenta e rancorosa. Sofria com isso já a muito tempo. A família e as pessoas que amavam aconselhavam a necessidade de compreender mais os outros.
Até que um dia, sofrendo com a ausência de sua amiga e o azedume daqueles que também não a desculpavam, pensou muito nos momentos felizes, nas brincadeiras alegres das duas. Não valia a pena perder uma amizade por causa de uma boneca!
 Sinceramente desculpou sua amiga e ainda fez mais... Reconheceu que errou. Pediu desculpas Carol por sua atitude, foi muito dura e agressiva falando coisas que a magoaram e ofendeu.
Mariana aprendeu que para ser feliz ela precisava do outro, e precisava tratar o outro com o mesmo carinho e compreensão que desejava para si mesma.
Depois disso, elas foram amigas da infância a velhice... Amigas para sempre. Amigas nesse mundo e no outro.”

Perdão é treino de compreensão.

Quinto momento:

Atividade criativa – Pedir aos evangelizando que virem à folha (do desenho feito anteriormente); escrever no quadro: “Quais sentimentos ganhamos quando perdoamos?”; pedir que se desenhem rodeados de sentimentos que ganham ao perdoarem, e que as dicas estão espalhadas pela sala (os balões com os sentimentos escritos).






Prece Final 


*Este plano de aula foi elaborado por Rayanna, companheira evangelizadora do grupo Scheilla. 

5 comentários:

CLAUDIA CAMPOS disse...

nossa adorei esse blogger, era tdo o q estava procurando pois quero evangelizar mais não sabia uma forma dinamica pra fazer isso com crianças muito obrigada

Juliana disse...

Boa tarde!

Sou iniciante evangelizadora no Grupo Scheilla e tenho recorrido bastante a esse blogger tao rico de conteudo e amor.

Obrigado e que possamos continuar com esse precioso recurso e poder compartilha-los com as criancas.

Muita Luz e paz,

Juliana L.

Paulo disse...

Nossa, seu blog e muito bom, sempre que vou evangelizar venho ate aqui para poder pegar ideias, fique com Deus

Anônimo disse...

Olá! amei seu blogger! Parabéns!Estou começando agora na evangelização infantil e como nunca fui professora, nem trabalhei diretamente com crianças,encontrei aqui, o que precisava! Moro em zona rural, onde tudo é mais difícil encontrar.Adorei suas aulas, dinâmicas, enfim tudo que preciso para trabalhar com elas. Obrigada! Esta é a maior caridade que você está fazendo: além de se doar às crianças, ainda concede o aprendizado a outras pessoas! Estarei sempre por aqui. Beijos,
Maria de Fátima

Bruna - RJ disse...

Parabéns pelo blog...adorei a aula sobre o perdão!!! Foi de grande ajuda pra mim, pois estou pesquisando temas para trabalhar com as crianças e os pais na última reunião do ano e encontrei um material muito bom aqui...então, obrigada rs
Fique com Deus!