4 de abril de 2015

Aula - RENASCER. A BENÇÃO DO RECOMEÇO: NASCER DE NOVO.

Objetivos:
o    Enfatizar que a reencarnação é o meio que o espírito dispõe para voltar ao corpo físico e aperfeiçoar-se. Assim, prosseguimos em nossa jornada construindo, reencarnando diversas vezes, em busca da evolução espiritual.
o   Abordar que o corpo que recebemos e as experiências pelas quais passamos na Terra, refletem as nossas necessidades espirituais conforme nossas atitudes nas existências anteriores e na edificação do futuro.
o   Compreender a reencarnação como benção divina, oportunidade abençoada de recomeçar e fazer tudo diferente, pois através da justiça divina que estabelece “a cada um conforme suas obras”, existe o amor de Deus, que oferece oportunidades de reparação pela prática do bem.                            
o   Abordar que, assim como buscamos renovar o mundo exterior, procurando melhorias, precisamos buscar também a nossa renovação espiritual que nos oferecerá recursos para uma jornada evolutiva melhor.     
o   Esclarecer que estamos na Terra para aprender e progredir espiritualmente e precisamos com perseverança, buscar a superação de nossas “más tendências” (orgulho, inveja, revolta, ira,...).
o   Buscar exercitar o amor, no coração e em nossas atitudes diárias, como suporte e auxílio para vencer nossas dificuldades (conosco e com o próximo).
o   A perseverança no estudo e no trabalho edificante, assim como no cumprimento dos pequenos deveres do dia-a-dia é fator fundamental para o nosso progresso.
o   Lembrar que Deus não quer o sacrifício ou a dor e sim a nossa renovação pelo amor. “O amor cobre uma multidão de pecados.”
                                                      
Referências – O Evangelho Segundo o Espiritismo
o   Cap. 4 – NINGUÉM PODE VER O REINO DE DEUS SE NÃO NASCER DE NOVO

Referências:  O Livro dos Espíritos: Questões: 132 a 146, 166 a 222, 330 a 358.

o   Outras Referências:
- Evangelho no Lar para crianças de 8 a 80 anos - Caps. 17 a 25;
- A vida fala II - O carneiro revoltado;
- Coragem. Lição 18;
- Pai Nosso. Caps. 2 e 3;
- O peixinho azul. Lições O arteiro e O perdulário.

Harmonização com músicas
Prece inicial
Primeiro momento:  Dinâmica de visualização – Projeto Reencarnatório.
Material: bonecos com roupas de papel para colorirem.

Técnica Reencarnação

Baseada no livro Reencarnação, de Orson Peter Carrara, Editora Mythos.

Projeto reencarnatório – Dinâmica de visualização (baseada em experiência prática utilizada em palestras e seminários do autor do livro citado acima). O autor utiliza pessoas do público para realizar a dinâmica.
Obs.: o evangelizador poderá utilizar os evangelizando para realizar a dinâmica.

Pode se optar Por: 
- Desenhos, pois percebemos que alguns não iriam querer participar pessoalmente da dinâmica. 
- Por teatro caso a turma seja desinibida.
- Por bonecos de vestir para aplicar a técnica.  (Abaixo)
Formatei os bonecos no Word de forma que ficaram em tamanho pequeno, imprimi e distribui um para cada, desenharam apenas o estilo do cabelo, e escolheram as roupa. Recortaram e no final coloriram. 

  *  *  *  *  *  *  *

Distribuir para cada evangelizando um pedaço de papel com um nome próprio. Serão de acordo com a narrativa, 16 nomes: João, Pedro, Joana, Sofia, Vitor, Maria, Artur, Xavier, Lúcia, Teresa, Marcelo, Antônio, Márcia, Tales e Alan, Rafael, Vinicius. (aumentar se a turma for maior)

Em seguida, pedir que desenhem o personagem. Explicar que representam os participantes de uma história que vamos contar sobre os preparativos para uma reencarnação.

Desenhados os personagens, iniciar a narrativa, dando ênfase às perguntas em negrito e, a cada identificação dos envolvidos na narrativa, colar o personagem no quadro ou em um grande cartaz. Lembrar de elogiar os bonecos ou desenhos, ressaltando os detalhes, o capricho e a participação deles na técnica.

Vocês sabiam que antes do nosso nascimento, houve um planejamento da nossa reencarnação no plano espiritual? Como ocorre? O planejamento exigirá o concurso de muitos Espíritos designados para esta finalidade em conjunto com o Espírito reencarnante no plano espiritual, no departamento de reencarnações, os quais participarão, direta ou indiretamente, das relações futuras do reencarnante.
O tempo de preparo será proporcional às necessidades educativas do Espírito. Tais preparativos vão desde a escolha dos pais ao tipo e detalhes do corpo que se utilizará o Espírito. Escolhe-se o gênero de provas, o tipo de morte, as principais experiências que deverão ocorrer após o nascimento, que reencontros, que doenças, qual a época mais propícia para se reencarnar, etc.

*  *  *  *  *  *  *

Iniciar a narrativa, que deverá ter a participação dos evangelizando.
Perguntar: Quem desenhou o João? Pedir ao evangelizando que cole o desenho de João no quadro(ou um cartaz).

Explicar que João é o Espírito que vai reencarnar, está no mundo espiritual e vai auxiliar seus mentores (pessoa que guia, ensina ou aconselha outra) a planejarem a sua próxima reencarnação.

Perguntar: Todos auxiliam (parentes, amigos, conhecidos) na sua reencarnação? Não, há aqueles Espíritos que não tem condições de auxiliar porque estão ainda muito perturbados com os erros que cometeram em suas existências anteriores.

Para que João reencarne, o que é preciso? Mãe e Pai.  (João nasce no ano de 1930)
Obs.: a cada personagem citado o evangelizando deverá levar e colar no quadro ou cartaz o seu desenho ao redor do personagem principal (João).

Quem desenhou os pais de João? Seus nomes são Pedro e Joana.

João vai ter avós? Sim, seus nomes são Sofia e Vitor.

João vai ter irmãos? Sim. Consultados os pais, eles concordaram receber mais dois filhos além de João.

Quem de vocês fez os bonecos dos irmãos de João? Seus nomes são Maria e Artur.
João vai ter muitos amigos durante esta existência. Alguns vão acompanhá-lo durante muitos anos, outros serão companhias durante pouco tempo. Eles vão auxiliar João com seus exemplos positivos, vão dar conselhos, se divertirem juntos, estudam. Também há aqueles que não podemos chamar de amigos e que vão tentar influenciar negativamente o João, dando maus conselhos, querendo que ele não estude que falte aula, que minta que engane os outros.

Quem desenhou os amigos de João? Seus nomes são Márcia e Tales. (citar mais nomes se a turma é maior)

Obs.: de acordo com o número de evangelizando, o evangelizador poderá aumentar o numero de desenhos que representará os amigos de João, permitindo assim que todos os evangelizando participem da técnica.

João pensou muito, e decidiu ser médico. Ele acha que nessa profissão vai ter a oportunidade de aprender muitas coisas que serão importantes para a sua evolução espiritual. Para isso vai ter que estudar bastante e vai ter muitos professores.

Uma pessoa vai representar todos os professores de João, desde o maternal até a faculdade de Medicina. Quem desenhou o professor de João? Seu nome é Xavier.

João vai ter muitos pacientes? Sim. Quem desenhou a paciente de nome Lúcia, que representará todos os pacientes de João.

João vai se casar? Sim. Teresa será a sua esposa. Quem desenhou a Teresa?

Eles vão ter filhos? Sim. Quem desenhou Marcelo, filho de João e Teresa?

João escolheu uma religião. Ele será Espírito. Ele vai participar da evangelização, grupos de estudos, fazer trabalhos voluntários em um Centro Espírita. Quem desenhou o presidente Alan do Centro Espírita?

João, como todos os Espíritos que reencarnam tem um amigo desencarnado que vai ajudá-lo em sua existência. Quem desenhou Rafael, o Espírito Protetor de João?

Do que depende o sucesso da encarnação de João? De suas escolhas, do bom uso de seu livre-arbítrio.

João viveu 80 anos na Terra, e desencarnou no ano de 2010. Ele foi muito orgulhoso em sua posição de médico, achando-se superior. Não conseguiu auxiliar os irmãos em seu caminho, mesmo tendo condições de fazê-lo.

O Espírito Protetor de João o recebe no plano dos Espíritos. Ele vai analisar sua encarnação, examinar se aproveitou bem suas provas, e se evoluiu, desenvolvendo suas virtudes. Com a ajuda do Seu guia espiritual ele reconhece que falhou, pois teve a seu favor muitos dons (oportunidades, dinheiro, estudo, etc.) em sua vida, teve o conhecimento (estudo), a doutrina espírita o esclarecendo. Mas, assim mesmo ele não aproveitou como deveria, não entendeu que quanto mais se tem mais se é responsável na vida pelos dons que Deus dá? Ele vai se prepara e renascerá em alguns anos para fazer melhor.

João permaneceu 5 anos no plano espiritual, estudando e aperfeiçoando seus conhecimentos intelectuais e morais, exercendo com Espíritos mais necessitados a benevolência. Mas, continuará sua evolução, reencarnará novamente, até atingir a perfeição – tendo todas as virtudes desenvolvidas, assim como Jesus, nosso guia e modelo.

Novo planejamento é feito para que João renasça. Mais uma vez é feito preparativos como a escolha dos pais, detalhes do corpo que se utilizará o Espírito. Nesse retorno á carne, seu nome será Vinicius, ele virá em família pobre e com muitos sacrifícios ele vai concluir os estudos. Será enfermeiro, conhecerá a doutrina espírita e se revelará médium trabalhando na causa espiritual da humanidade.

Quem fez o boneco de Vinicius? Pedir ao evangelizando que cole o desenho de João com o novo corpo, Vinicius no quadro.

Então essas são duas das reencarnações desse espírito que veio á Terra com o objetivo de se melhorar e evoluir em amor e sabedoria.

*  *  *  *  *  *  *

Segundo Momento: dialogando e questionando.
Obs.: Pode-se introduzir o tema durante a técnica acima.
O princípio da reencarnação, ou das vidas sucessivas, é um dos pontos fundamentais da Doutrina Espírita. Sem a reencarnação, torna- se impossível aceitar- se, racionalmente, as diferenças sociais, artísticas, intelectuais, morais que os homens sempre apresentaram e apresentam, em todos os lugares do nosso planeta, levando- se em conta o fato de que Deus é justo.
A finalidade de nossa existência é conseguirmos a PERFEIÇÃO.
Um espírito para ser perfeito precisa possuir todas as VIRTUDES e saber aplicá-las; precisa também conhecer todas as ciências e todas as artes utilizá-las para o bem.
Uma única encarnação não é suficiente para que alcancemos a sabedoria e a pureza dos espíritos superiores.
Deus nos concede permissão para reencarnarmos muitas vezes até que tenhamos atingido o grau de espíritos puros.
Em cada encarnação nós aprendemos um pouquinho mais e ao mesmo tempo corrigimos os erros de nossas encarnações anteriores.
Reencarnar quer dizer: NASCER DE NOVO.
“Em verdade, digo-lhe isto: Se você não nascer de novo, nunca poderá entrar no Reino de Deus.” – João 3:3
Quando nascemos nosso corpo espiritual se une a um corpo material.
Todos nós já nascemos muitas vezes e muitas outras vezes nasceremos até que consigamos ser perfeitos.
As nossas encarnações não se passam todas na Terra.
A Terra é uma das pequeninas escolas do reino de Deus. Quando tivermos aprendido tudo o que aqui se ensina, encarnaremos em mundos mais adiantados.
Durante o tempo em que estamos reencarnados, nós nos esquecemos de nossas vidas passadas; quando morrermos, isto é, desencarnarmos, nós nos lembraremos de todas elas.
A lembrança do passado atrapalharia a nossa vida de hoje; por isso Deus, em sua infinita misericórdia, nos faz esquecer temporariamente o que fomos antigamente.
No momento de reencarnar deixamos de viver no mundo espiritual e começamos a viver no mundo material em que estamos.
Para que possamos aprender tudo, em cada encarnação vivemos de um modo diferente. Em uma encarnação seremos pobres; em outra, ricos; em algumas seremos professores, pedreiros, mecânicos, costureiras, etc.
É pelas muitas encarnações que nós nos instruímos, moralizamos e procuramos novos meios de progresso.
Deus aproveita as reencarnações para exercer sua justiça.
Todos os que se entregam aos vícios e praticam o mal terão reencarnações de sofrimentos. As vidas dolorosas são o resultado do mal feito em existências passadas.
Todos os que praticam o bem terão reencarnações felizes.
Qual a necessidade de reencarnarmos diversas vezes? Para chegar à perfeição. É o meio de que dispõe o espírito para abreviar a caminhada rumo á perfeição.
Para corrigir os erros, aprender a AMAR, evoluir moralmente.
Através das vidas sucessivas o Espírito adquire maior conhecimento e se eleva em moralidade, passando a cooperar conscientemente na obra do Criador.
Quantas vezes temos que reencarnar? Quantas vezes forem necessárias ao nosso adiantamento espiritual. 
Porque reencarnamos em diferentes condições? Devido à lei que rege as reencarnações. Temos que encarnar sucessivamente nos meios mais diversos, em todas as condições sociais, privações, sacrifícios, renúncias, etc., para que possamos aprender variadas lições.
Quantas vezes temos que reencarnar? Quantas vezes forem necessárias ao nosso adiantamento espiritual.
           Porque reencarnamos em diferentes condições? Devido à lei que rege as reencarnações. Temos que encarnar sucessivamente nos meios mais diversos, em todas as condições sociais, privações, sacrifícios, renúncias, etc., para que possamos aprender variadas lições.
           Qual é essa lei? Lei de Causa.
           Essa lei determina que todo efeito tem uma causa. Que nada acontece por acaso; somos responsáveis por nossos atos. Cada um de nós tem aquilo que merece. Aquilo que semeamos, colhemos, ou seja, tudo o que fizermos de bom ou ruim, volta para nós como consequência; nesta ou em outra encarnação.
Planejamento reencarnatório. Antes de reencarnar é feito um planejamento, e nesse planejamento de nossas vidas, muitas vezes temos o conhecimento da melhor forma a agir, mas nem sempre conseguimos aplicar esses conhecimentos da forma adequada. Isso acontece devido às nossas fraquezas e limitações, imaginem então o que não é programado?
O planejamento reencarnatório tem como objetivo estabelecer metas e condutas que propiciem a reparação das faltas cometidas, a transformação da vingança e do ódio em perdão e o melhoramento geral do indivíduo como ser imortal que é. 
           Porque não nos lembramos de nossas vidas anteriores? Para facilitar o aprendizado, e para reparar as faltas cometidas, pois já erramos várias vezes e teríamos vergonha de nossos erros. Também para facilitar a reaproximação com pessoas que não gostamos ou que precisamos aprender a amar.
           Porque escolhemos reencarnar junto aos nossos desafetos? Porque nos arrependemos de prejudicar nosso próximo e a nós mesmos, e pedimos aos Espíritos superiores a oportunidade de reencarnarmos na mesma família dos companheiros que prejudicamos e, através da convivência, podemos corrigir nossos atos.

PRECE FINAL

BONECOS DE VESTIR









































Nenhum comentário: