26 de setembro de 2012

Aula - O Homem de Bem

AULA

O HOMEM DE BEM

Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo 17 – Sede Perfeitos

OBJETIVOS:
o    Identificar e reconhecer a essência da perfeição que é a caridade em sua mais larga acepção, pois ela implica na prática de todas as outras virtudes.
o    Compreender que Deus é todo, justiça e confere a todas as criaturas igualdade de oportunidades cabendo a cada uma trabalhar e se esforçar para o crescimento espiritual.
o    Identificar, reconhecer e buscar adquirir as qualidades que distinguem o homem de bem.

BIBLIOGRAFIA: E.S.E,CAP.17;Site Seara do Mestre.
Harmonização com música
Prece Inicial
PRIMEIRO MOMENTO: Dinâmica das virtudes
         Para esta dinâmica dar certo, o evangelizador deverá escrever o nome das virtudes em papéis individuais, antes da aula começar. Cada criança irá receber uma virtude, mas ela/ele não poderá saber qual a sua virtude.. 

         O evangelizador irá pedir o auxílio das outras crianças para grudar o papel com o nome da virtude nas costas de cada criança sem que a mesma veja o nome da virtude. Peça a cooperação de todos para que a dinâmica fique bem divertida desde o início. 

         A dinâmica começa quando todos possuírem a sua respectiva virtude grudada nas costas. Assim que o evangelizador dizer ‘começa’, cada criança irá pedir o auxílio dos colegas perguntando informações/exemplos até que ela/ele descubra qual a virtude que tem grudada nas suas costas. 

         A dinâmica somente termina quando todas as crianças descobrirem o nome da sua virtude. O evangelizador deverá auxiliar as crianças que tiverem dificuldade com a dinâmica. Pode-se dizer, por exemplo, que a virtude inicia com a letra P (paciência) ou termina com GEM (coragem). 


SEGUNDO MOMENTO: Levar pronto o desenho de duas árvores tituladas – Homem de Bem e Homem que busca apenas o sucesso material.


Distribuir para cada evangelizando dois ou mais pedaços de papéis, com as características do Homem de Bem e do Homem que busca apenas o sucesso material, para que as crianças colem as características na árvore correspondente, formando assim um lindo cartaz.
Solicitar que cada grupo analise para que tipo de Homem pertence a(s) característica(s) e expliquem o que entenderam. Após a explicação, devem colar a(s) característica(s) correspondente(s) a cada um, no cartaz que deverá estar colado no quadro.

As virtudes são o conjunto de todas as qualidades essenciais que constituem o homem de bem. São elas os tesouros verdadeiros que levamos conosco ao desencarnar; é a verdadeira propriedade da alma.
A perfeição é o objetivo a ser perseguido durante a nossa jornada terrena; o verdadeiro homem de bem é o que age de acordo com as leis de Deus, que cultiva as virtudes através de seus pensamentos e ações. É aquele que procura vencer os vícios; é aquele que se renova todos os dias, a fim de tornar-se um homem de bem.
Devemos nos esforçar para sermos pessoas de bem, não é fácil, mas é possível, aos poucos, com boa-vontade, exercício das virtudes, prece e conhecimento das Leis Divinas.
O Homem de Bem se preocupa, primeiramente, com suas atitudes e se questiona se o que está fazendo é correto e está de acordo com as Leis de Deus.
O Homem que busca apenas o sucesso material pensa apenas naquilo que é material, nas coisas que vai comprar no que possui de material: casa, carro, roupas; este percorrerá uma estrada mais difícil e demorada, acumulando doenças, sofrimento e enganos.
A vida material é uma breve passagem para aprendizagem do espírito, o objetivo aqui além da aprendizagem é o exercício das virtudes até a perfeição.

TERCEIRO MOMENTO: Atividade de CAÇA AS VIRTUDES
O evangelizador deve pendurar, antes do começo da aula, os cartazes contendo as virtudes por todas as paredes. 
         Obs.: o evangelizador deve dar somente a primeira pista para que os evangelizados encontrem qual deve ser a virtude correspondente. Deve-se salientar que as crianças não estão competindo umas com as outras, mas sim trabalhando em equipe. Dessa forma, trabalha-se nessa atividade a cooperação. 
         Os evangelizando deverão achar a primeira virtude e retirá-la da parede. Atrás do papel com a virtude, encontra-se a pista para a próxima virtude a ser encontrada. Durante a atividade, favor ressaltar a necessidade das crianças não competirem umas com as outras. Que as crianças que pegam uma pista deem oportunidade para as outras crianças pegarem as próximas. 
         Esse jogo desperta muito interesse entre os participantes, além de ser muito divertido e criativo.

No final expor todas as virtudes no chão para que as crianças possam visualizar as palavras. 

QUARTO MOMENTO: conversar com os evangelizando sobre a dinâmica ressaltando que a vida na Terra é valiosa oportunidade de aprendizado, que o Espírito retorna para a vida física, vestindo nova roupagem carnal com o propósito de crescimento interior. 
         Mencionar a importância de estarmos sempre atentos na busca de reconhecer os nossos pontos falhos do dia-a-dia para fazermos melhor nas outras oportunidades.

         Prece de Final

 

Sugestão de desenho



Características do Homem de Bem e do Homem que busca apenas o sucesso material

É honesto e pratica a máxima: “fazer aos outros o que gostaria que fizessem a mim.”
Deseja a vitória a qualquer preço. Leva vantagem pessoal sempre que possível, mesmo que prejudique os outros.
Aceita a vontade de Deus, confiando na Justiça Divina, enquanto faz a sua parte.
Esquece-se de Deus e acredita que tudo depende dele próprio, cultivando, assim, o orgulho e o egoísmo.
Coloca os bens espirituais acima dos bens materiais, pois sabe que a vida serve para a evolução intelectual, moral e espiritual.
Tem nos bens materiais e no sucesso profissional sua motivação principal e não pensa em ajudar os outros.
Sabe que o sofrimento e as dores da vida são oportunidades de crescimento espiritual.
Revolta-se e não aceita as dificuldades. Sempre culpa Deus e os outros pelo seu sofrimento.
Faz o bem sem esperar recompensa; paga o mal com o bem.
Espera recompensa pelo bem que pratica.
Pensa nos outros antes de pensar em si mesmo; encontra alegria em auxiliar o próximo e ser caridoso.
Tem a tendência a ser egoísta, calculando os proveitos e perdas de cada ação generosa.
É bom para com todas as pessoas, sem distinção de raça ou crença, pois sabe que todos os seres humanos são filhos deDeus.
Não respeita o próximo e ama e trata bem apenas quem age e pensa como ele.
Respeita as pessoas que têm idéias diferentes das suas.
Não aceita pensamentos diferentes dos seus pensamentos.
Perdoa seu próximo. Não guarda ódio, nem rancor.
Diz que perdoa, mas não esquece a ofensa, alimenta mágoas e quer se vingar.
Analisa seus defeitos e erros para acertar da próxima vez.
Fica apontando os erros e defeitos dos outros e não procura corrigir os seus defeitos.
Sabe que o corpo físico e os bens materiais são empréstimos de Deus e procura fazer o bem.
Orgulha-se das coisas materiais que possui e deseja ter sempre mais. Não usa os bens que possui para ajudar os outros.
Respeita os seres humanos e a natureza, sentindo-se parte da criação divina. Sabe que é responsável por suas ações, palavras e pensamentos.
Considera-se diferente dos demais, privilegiado ou injustiçado. Não percebeu, ainda, que tem o livre-arbítrio, sendo responsável e construtor do seu destino.

Subsídios ao evangelizador

         1 - É honesto e pratica a máxima: “fazer aos outros o que gostaria que fizessem a mim.”
         Respeita e segue as leis humanas: leis de trânsito, paga os impostos, coloca o lixo no lixo, respeita a natureza.
         2 - Deseja a vitória a qualquer preço. Leva vantagem pessoal sempre que possível, mesmo que prejudique os outros.
         Não respeita as leis, não paga os impostos, “passa a perna”, “puxa o tapete”, conta uma mentira para prejudicar o outro. 
         3 - Aceita a vontade de Deus, confiando na Justiça Divina, enquanto faz a sua parte.
         Confia em Deus. Sabe que tudo o que acontece é para o nosso bem. Deus sabe o que faz.
         4 - Esquece-se de Deus e acredita que tudo depende dele próprio, cultivando, assim, o orgulho e o egoísmo.
         Pensa que não precisa de Deus nem dos outros.
         5 - Coloca os bens espirituais acima dos bens materiais, pois sabe que a vida serve para a evolução intelectual, moral e espiritual.
         Coloca Deus e as aquisições espirituais acima de tudo.
         6 - Tem nos bens materiais e no sucesso profissional sua motivação principal e não pensa em ajudar os outros.
         Seu principal objetivo é adquirir bens materiais.
         7 - Sabe que o sofrimento e as dores da vida são oportunidades de crescimento espiritual.
         Sabe que deve aceitar o sofrimento para evoluir, sem revolta, compreendendo que são resgates e provas evolutivas.
         8 - Revolta-se e não aceita as dificuldades. Sempre culpa Deus e os outros pelo seu sofrimento.
         Não aceita seus fracassos materiais, culpando Deus e os outros.
         9 - Faz o bem sem esperar recompensa; paga o mal com o bem.
         Citar exemplos: ensinar o colega sem pensar que ele pode ir melhor que a gente na prova. Visitar um asilo quando poderia estar descansando.
         10 - Espera recompensa pelo bem que pratica.
         Fica esperando que os outros elogiem o ato praticado, que saia no jornal a doação que fez ou que comentem e o admirem por sua bondade em doar algo.
         11 - Pensa nos outros antes de pensar em si mesmo; encontra alegria em auxiliar o próximo e ser caridoso.
         Fazer o bem é motivo de alegria. 
         12 - Tem a tendência a ser egoísta, calculando os proveitos e perdas de cada ação generosa.
         Não faz o bem se não puder tirar algum proveito da atitude para si.
         13 - É bom para com todas as pessoas, sem distinção de raça ou crença, pois sabe que todos os seres humanos são filhos de Deus.
         Não faz distinção entre as pessoas, sabe que Deus ama igualmente a todos seus filhos.
         14 - Não respeita o próximo e ama e trata bem apenas quem age e pensa como ele. 
         Se lhe fazem mal, ele responde com mal, e só faz o bem para quem ele gosta ou pode tirar algum proveito próprio. 
         15 - Respeita as pessoas que têm idéias diferentes das suas.
         Respeita todas as religiões, pois sabe que todos somos irmãos e Deus é nosso Pai.
         16 - Não aceita pensamentos diferentes dos seus pensamentos.
         Acha que todos tem que pensar como ele, e não respeita se o outro tem outra religião ou um time diferente do seu.
         17 - Perdoa seu próximo. Não guarda ódio, nem rancor.
         Perdoa com o coração e esquece a ofensa.
         18 - Diz que perdoa, mas não esquece a ofensa, alimenta mágoas e quer se vingar.
         Perdoa da boca para fora, não esquece a ofensa e fica pensando em se vingar.
         19 - Analisa seus defeitos e erros para acertar da próxima vez.
         Reconhece seus defeitos e se esforça para corrigi-los. 
         20 - Fica apontando os erros e defeitos dos outros e não procura corrigir os seus defeitos.
         Presta atenção e espalha os erros e defeitos dos outros.
         21 - Sabe que o corpo físico e os bens materiais são empréstimos de Deus e procura fazer o bem.
         Sabe que tudo o que possui de material é empréstimo de Deus e pode ser retirado a qualquer tempo.
         22 - Orgulha-se das coisas materiais que possui e deseja ter sempre mais. Não usa os bens que possui para ajudar os outros.
         Sempre quer mais além do que já possui. Só pensa em si e deixa de lado a família e os amigos para ter mais coisas materiais.
         23 - Respeita os seres humanos e a natureza, sentindo-se parte da criação divina. Sabe que é responsável por suas ações, palavras e pensamentos.
         Sabe que tudo tem conseqüências e que o seu futuro depende do que fizer hoje.
         24 - Considera-se diferente dos demais, privilegiado ou injustiçado. Não percebeu, ainda, que tem o livre-arbítrio, sendo responsável e construtor do seu destino.
         Sempre acha que está sendo prejudicado. Pensa que a vida o privilegiou ou injustiçou. Não percebe que as escolhas dependem de si e não dos outros. 


*obs.: Este plano de aula baseado no site Seara do Mestre, foi modificado e adaptado.

5 comentários:

Anônimo disse...

Show essa aula! Vou fazer!

Andréa disse...

Gostaria de agradecer e parabenizar pelos textos, história, dinâmicas, ideias, etc aqui postados.Me foi de grande valia, uma vez que na escola onde trabalho desenvolvemos um projeto voltado para Valores Humanos. Já adicionei aos meus favoritos.Mais uma vez, obrigada. Abraços.

Anônimo disse...

Sou de Mucuri BA, e amei o seu blog. Parabéns!!!
Também temos aulas de evangelização no nosso Grupo Espírita Semente de Luz. Agradeço as idéias, textos e dinâmicas..
Abraços.

Áurea Luz disse...

Ótima aula. Iremos usar no nosso encontro anual.
Obrigada pela ajuda rsrs...

Abraços!

Anônimo disse...

Já utilizei várias aulas do seu blog. Obrigada por postá-las.

Abraços
Denise santa barbara mg