13 de fevereiro de 2011

Aulas - Amor ao próximo



AULA 1
Tema: amor

Objetivo: fazer as crianças refletirem sobre amor e sua importância nas nossas vidas.
Prece
Harmonização com música
Primeiro momento:
Desenvolvendo o tema:

1 - O que é o amor? *ouvir respostas e dar uma definição*Eles amam alguém? Como se manifesta o amor? Para que serve amar alguém?A gente deve tentar amar quem a gente não ama? Quem, só as pessoas queestão perto? A gente deve deixar que as pessoas que amamos possam fazer o quequiserem conosco? Como a gente deve tratar uma pessoa a quem a genteame?

2 - Perguntar se alguém os ama. Se sim, quem? Fazê-los chegar ao amor de Deus.Em que se manifesta o amor de Deus por cada um de nós? Deus ama a todas as pessoas, ou só a algumas? E as plantas e aos animais, também?

3 - Todo o mundo precisa de amor. Nossos pais, amigos, irmãos, professores, os animais e até as plantinhas.São Francisco de Assis amava tanto aos animais, que mesmo os mais ferozes não ousavam lhe fazer mal. Jesus também nos amava muito, tanto que nos ensinou um monte de coisas, vindo dois mil anos atrás e fazendo com que seus ensinamentos jamais se a pagassem das nossas memórias. Podemos expressar nosso amor através das artes, da música, da pintura, da poesia. Do abraço, do silêncio quando o outro faz uma coisa não muito boa, não o criticando só para humilhar por ele estar errado. Expressamos nosso amor através da presença, do respeito, da atenção quando o outro fala com agente. Quem ama muitas vezes chama nossa atenção, briga com a gente, porque quer que a gente melhore e cresça. Quem ama nunca quer destruir; só quer melhorar.

4 - O amor nunca se divide; ele se multiplica. Se eu amo um amigo e conheço outro amigo, o meu amor não vai ser dividido por dois; Se meus pais me amam e vem outro irmão ou uma criança fica mais pertinho da gente, o nosso amor não vai ser dividido entre nós e quem chegou por último. O amor mais cresce com a doação. Quanto mais você dá, mais você tem e mais você recebe. Quanto mais a gente evolui, mais é capaz de amar. Quanto mais amamos, mais temos vontade de amar, incluindo outras pessoas no nosso sentimento.Também podemos e devemos amar a nossa cidade, aos animais, plantas, ao nosso país e, até, nossa escola, pois todas essas coisas merecem nosso respeito e nossa atenção.

5 - Amor a nós mesmos:Jesus ensinou que, além de amar os outros, precisamos também nos amar, isto é: gostarmos da gente. Perguntar "como mostramos que gostamos da gente?" Algumas das respostas possíveis: sempre que possível, andar limpinho. Não fazer nada que, desnecessariamente, nos coloque em risco.

Segundo momento:
O jogo "é amor ou não é"?

Objetivo: fazer as crianças refletirem sobre atitudes que são amorosasou não são.Premiação: qualquer coisa que, ao final, eles possam dividir entre si.

Forma:

I - Dispor todos em círculo, incluindo os evangelizadores.

II - colocar em uma caixa recortes de papel com as atitudes. (sugestõesao final)

III - Pedir que um dos integrantes fique de costas, prestando atenção na execução da música. Executar uma das músicas e, enquanto ela estiver tocando, colocara caixa para rodar. A caixa deverá passar de mão em mãoenquanto a música estiver tocando e, ao parar, aquele com quem a caixaestiver deverá abri-la e retirar de dentro dela um papel. Deverá ler(ou pedir que alguém leia) a atitude e dizer se "é de amor ou não é".Caso haja dúvida na resposta, o evangelizador deverá perguntar a opiniãodos demais evangelizando e, se necessário, convidar as reflexõesnecessárias.

IV - Fazer de forma tal que todos tenham mais de uma oportunidade depegar a caixa. Cada vez que uma pessoa pegar a caixa e dela retirar umpapel, ganha um ponto. O evangelizador deverá cuidar para que, ao final,todos tenham mais ou menos o mesmo número de pontos. Então, comosugestão de "vivência do amor", deverão dividir o prêmio entre eles.

Sugestão para atitudes:

Conversar com os pais; Ouvir os conselhos de pais, professores, pessoas mais velhas; Prestar atenção na aula; Gritar e discutir com os pais e seus semelhantes; Respeitar aos professores; Pegar coisas escondido; Fazer fofoca; Debochar das pessoas; Ter paciência com as pessoas; Despedaçar plantinhas; Pedir desculpas quando errar; Falar palavrão; Falar palavras de carinho a uma pessoa triste; Chutar, gritar e responder quando estiver com raiva; Usar sempre as palavras mágicas: bom dia, boa tarde, obrigada, com licença, desculpa; Desculpar quando for ofendido; agredir quem te ofendeu; Respeitar, ser paciente com os idosos; Ouvir as pessoas com atenção olhando-as nos olhos; Bater no bichinho de estimação; Não julgar as pessoas antes de ouvi-las Perdoar sempre; Ficar irritado e gritar com as pessoas; Falar baixo e responder com carinho as pessoas; Compreender as atitudes do papai e da mãe, pois eles fazem todo o bem possível para seus filhos; Jogar lixo no chão; Arrumar o quarto, não deixar objetos espalhados, ajudar a mamãe; Não se preocupar em fazer tarefas na casa, pois é responsabilidade apenas da mãe e dos irmãos mais velhos.

Terceiro momento: Atividade Criativa – Desenho:
Cor do amor
1. Colocar uma música suave ao fundo;
2. Pedir que desenhem o amor. Se o amor tivesse uma cor, que cor seria? Se tivesse uma forma, que forma teria? Fazê-los imaginar. Se o amor pudesse ser desenhado, como seria o seu desenho?
3. Expor os trabalhos no varal.
Prece final

AULA 2

Tema: Amor ao Próximo

OBJETIVO: levar a criança a perceber que não estamos livres das situações e que amanhã poderemos estar no lugar do outro.
DESENVOLVIMENTO:
Brincadeira: NÃO DESEJE AO SEU PRÓXIMO O QUE VOCÊ NÃO DESEJA PARA VOCÊ"
01) Distribua pedaços de papel para todos e peça para que cada um escolha um colega e escreva o nome dele e o que gostaria de ver ele fazendo , por exemplo: imitando um animal, pedindo esmola, beijando a/o evangelizador, etc. (dar sugestões, mas deixar as crianças também colocar seus próprios desejos no papel)
02) Assim que todos entregarem seus papéis , o evangelizador deverá dizer : - Ah! Eu não falei o nome desta brincadeira , não é? Ela se chama Não deseje ao seu próximo o que você não deseja para você!
03) Começa a brincadeira: Quem desejou , irá fazer, na frente de todos os colegas, aquilo que havia desejado para o colega/amigo.
04) Após todas as apresentações, conversar com as crianças sobre a necessidade de ajudarmos, de sermos solidários, de sermos amigos; uma vez que não estamos livres daquela situação que hoje pode estar acontecendo com o outro, mas amanhã poderemos ser nós próprios quem vivenciaremos tal situação.
(desconheço a autoria ou fonte, se souber qual seja, por favor, nos informe a fim de darmos os devidos créditos)


AULA 3

AMOR: DO EGOCENTRISMO AO ALTRUÍSMO
OBJETIVOS: Identificar o amor como a presença Divina em todo o Universo, evoluindo do egocentrismo ao altruísmo de acordo com os níveis de consciência.

1. ATIVIDADE DINÂMICA: sugestões no MA-03 e MA-05.
2. HARMONIZAÇÃO INICIAL
3. ATIVIDADE INTRODUTÓRIA
Levar as crianças a observarem duas plantas da mesma espécie, uma bem desenvolvida, outra não. Pedir que levantem hipóteses para explicar essa diferença (falta de sol, tipo de terra, qualidade da semente, pragas...). Na impossibilidade da observação direta, sempre preferível, utilizar o anexo1.


4- ATIVIDADE REFLEXIVA
4.1- Comparar o desenvolvimento das plantas com as pessoas:
• As plantas que recebem a luz do sol geralmente desenvolvem-se bem, exceto se faltar água, adubo etc.
• Todas as pessoas são envolvidas pelo amor de Deus, tal como as plantas recebem a luz do sol. Mas enquanto a pessoa não sentir o amor de Deus, será como aquela planta mal desenvolvida.
• As pessoas que não sentem esse amor sentem-se vazias e, as vezes, deixam-se dominar por vícios, por influências de más companhias ou vivem tristes. E aí vão definhando, tal como planta atacada pelas pragas.

4.2- Destacar do grupo dois participantes que voluntariamente se ofereçam para a expressão corporal do que o grupo citar. Perguntar ao grupo:
– Como são as pessoas que não sentem amor pelos outros?
Provavelmente o grupo responderá:
• só falam e cuidam de si mesmas;
• não param para ouvir os outros;
• sentem-se irritadas e infelizes;
• nunca têm iniciativa e boa vontade para ajudar quem precisa;
• agridem as pessoas com palavras e até fisicamente.

4.3- Em seguida, perguntar:
– Como são as pessoas que sentem amor pelos outros?
• são alegres e felizes;
• sabem ouvir as pessoas;
• ajudam quando necessário;
• preocupam-se com os sentimentos do outro, respeitando-os.

4.4- Pedir aos participantes que lembrem desentendimentos que ocorrem freqüentemente na sua comunidade ou pesquisem em jornais, se todos souberem ler. Identificar que são causados quase sempre pela falta de amor fraternal entre as pessoas

4.5- Perguntar:
– Podemos fazer o amor crescer no nosso coração?
Ouvir com atenção as respostas.
4.6- Mostrar o desenho do girassol do anexo 2, descrevendo o movimento que esta flor faz de modo a voltar-se sempre para o sol. Comparar com a necessidade das pessoas de voltarem-se para Deus. Como?
• sentindo o seu amor,
• orando,
• vivendo com bondade.

5- ATIVIDADE CRIATIVA
5.1- Dividir a turma em dois grupos, que se sentam um em frente ao outro. Cada um do primeiro grupo, na sua vez, diz uma frase que represente uma conduta com falta de amor. Exemplo: Hoje acordei irritadíssimo.
5.2- O colega em frente transforma a frase, expressando uma conduta amorosa. Exemplo: Hoje acordei de bem com a vida.
5.3- Inverter as posições: o 2º grupo enuncia a conduta sem amor e o 1º grupo, a conduta amorosa.
5.4- Ao final, colocar uma música suave e todos dançam livremente até que ela seja suspensa.
5.5- Apresentar e ler a frase (anexo 3): Eu vivo no mar do Amor de Deus e sou feliz
5.6- Ao recomeçar a música todos em silêncio vão fazer um desenho que ilustre a frase acima.

6- HARMONIZAÇÃO FINAL / PRECE
6.1- Pedir que se sentem em círculo e fiquem bem quietos e relaxados. Pensar no Amor de Deus como uma luz poderosa que os envolve e, entrando em sintonia, sentir que o Amor invade o coração dando muita felicidade.
6.2- Meditar: O Amor de Deus cresce a cada dia no meu coração.

AULA 3

TEMA: AMOR E CARIDADE
Algumas sugestões:Falar sobre o amor ao próximo. Devemos amar ao próximo como amamos anós mesmos. Que devemos fazer ao próximo somente aquilo que gostaríamos quefizessem conosco. Que não devemos humilhar nosso próximo.

Quando falamos em amor, o que lembramos?A mãe, o pai, irmãos, etc

Quando Jesus esteve na Terra, o que ele fez a vida toda foi amar ao próximo.Ele não só falou sobre amor, mas mostrou com exemplos em sua vida, seusatos. Ele deixou para nós o maior mandamento: "Amar a Deus sobre todas ascoisas e ao próximo como a ti mesmo".Que devemos amar e respeitar todas as pessoas ao nosso redor, os animais, asplantinhas, a natureza.A caridade é o amor em ação.Você pode continuar utilizando a massinha de modelar (fazerem um coração, um amigo,animais, pessoas sendo ajudadas, etc.) ou a pintura livre com guache em papel pardo, sobre o tema da aula.

Vera Stefanello -Paraná/Brasil


AULA 4

TEMA: AMOR AO PRÓXIMO
OBJETIVO: Formar na criança o impulso ao amor, a aplicar o amor em suas atitudes para com o próximo.Que devemos fazer ao próximo somente aquilo que gostaríamos que fizessem conosco. Que não devemos humilhar nosso próximo, por mais diferente que ele seja de nós. A importância do amor na sociedade, na família, em toda parte.
Bibliografia: Blogger: evangelização.rafael.adm/eu-fiz-paravoce;
www.cvdee.org.br; Livro: Amizade custa pouco/ de Gessy Carísio(FEB)
01. Prece
02. Incentivação inicial: Narrar a história do livro: “Amizade custa pouco”.
03. Desenvolvimento no tema:
3.1. Devemos amar o próximo e a nós mesmos. O que é se amar?* É fazer sempre o melhor para si, sem prejudicar os outros; * É ter respeito consigo mesmo, não prejudicar seu corpo e seu espírito.

3.2. O que é amar o próximo?* É procurar sempre fazer o melhor para ele, mesmo que ele não perceba nossas intenções; * É respeitá-lo, não tentando obrigá-lo a ser como a gente gostaria que ele fosse;* É esclarecê-lo em todos os assuntos que pudermos;* É também praticar a caridade moral e material, que são a expressão prática do amor;* É, em síntese, seguir o ensinamento do Cristo: Fazer aos outros exatamente o que gostaríamos que nos fizessem e não fazer aos outros o que não gostaríamos que nos fizessem.

3.3. A quem devemos amar, ou seja, quem é o nosso próximo?Todos, encarnados e desencarnados são nossos próximos e devemos amar e ajudar sempre que pudermos, sem olhar a quem.

3.4. Todos sabem que amar a humanidade toda é muito difícil para nós, que ainda não somos muito evoluídos. O que fazer quanto a isso?* Começar se esforçando para amar o próximo mais próximo, ou seja, a família e os amigos; tentar ser bom para o pai, a mãe e os irmãos, ajudando-os, ouvindo seus problemas, não brigando com eles por bobagens, respeitando-os, tratando-os com carinho, tendo paciência com eles.

3.5. Como gostar de uma pessoa muito diferente de nós e cheia de defeitos?* Percebendo que ela é filha de Deus como nós, portanto merece amor;* Refletindo que nós também somos cheios de defeitos e queremos que os outros gostem de nós;* Sabendo que os defeitos das pessoas não vão durar para sempre e que podemos, inclusive, ajudá-las a superá-los.

3.6. Por que e para que devemos amar as pessoas?* Porque o amor é a manifestação de Deus em nossas vidas, é a prova de que ele existe; * Porque ele é o meio mais fácil e rápido para evoluirmos, já que evita que pratiquemos o mal; * Para termos uma vida mais alegre e fazermos felizes aqueles que recebem o nosso amor.

3.7. O amor é só um, mas o sentimos e manifestamos de várias formas:* Amor maternal, paternal, filial, fraternal, romântico...

05. ATIVIDADE DINÂMICA
Eu fiz para Você …
OBJETIVO:
fazemos o que está ao nosso alcance para valorizarmos e mostrarmos o quanto é importante o nosso colega?
MATERIAL: lápis colorido ou canetas, retângulos de papel, cartolinas ou papel ofício recortados em formato de camiseta ou bandeira
COMO APLICAR: escreva o nome de cada aluno nos retângulos de papel e distribua pelo grupo. Verificar se alguém tirou o próprio nome e trocar. Pedi que todos mantenham segredo sobre o nome sorteado. Explicar ao grupo que a missão de cada um é fazer uma camisa ou bandeira para oferecer ao colega cujo nome está com você. Cada um poderá criar um slogan, um desenho, uma palavra que reflita o que o colega representa.
Este é um exercício de amor ao próximo através de nossas atitudes e do cuidado com o outro. Após a entrega da camisa simbólica, observar:
- como foi feito a tarefa? Com capricho ou com má vontade?
- você vestiria a camisa que você ofereceu?
- a que você recebeu combina com você?
- a mensagem ou slogan é positivo?
- como as camisas foram recebidas?
- percebemos o carinho e a valorização feita por quem nos tirou?
- representamos mais valores positivos ou negativos?
- você se sentiu a vontade da forma como foi representado?
06. Prece Final

9 comentários:

  1. ÓTIMAS SUGESTÕES...ESTOU ADAPTANDO-AS EM MINHAS AULAS.OBRIGADA .ABRAÇOS

    ResponderExcluir
  2. Ana Heloise Vasconcelos20 de novembro de 2013 23:33

    Lindo trabalho Simone. Me ajuda muito na preparação de minhas aulas e deve ajudar a muitos outros evangelizadores. Gosto da sua simplicidade,sua objetividade e a clareza com que vc nos apresenta as propostas de aula. Além disso , o conteúdo é rico doutrinariamente,didaticamente e pedagogicamente(são três aliados que se entrelaçam muito bem nas suas propostas de aula). É realmente uma fonte maravilhosa de se beber. Parabéns e o meu muito obrigada por esse lindo blog. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Otimo trabalho,nos ajuda muito,sao didaticas claras e objetivas. obrigada! Deus te abencoe!

    ResponderExcluir
  4. Amei!! Parabéns e obrigada por compartilhar conosco ;)

    ResponderExcluir
  5. Lindo trabalho! Venho sempre aqui fazer minhas pesquisas semanais para preparação de minhas aulas... ótimo material, estou sempre adaptando. Muito obrigada!!

    Ana Helena Oliveira

    ResponderExcluir
  6. Ótimas sugestões de aulas e atividades.Sempre recorro a elas antes de planejar a aulinha de evangelização da nossa Associação.
    Muito obrigada,
    Terezinha

    ResponderExcluir
  7. Ótimas ideias e sugestões sempre dou uma olhadinha para ver o que posso aproveitar para as nossas crianças. Muito obrigada mesmo por tudo.

    ResponderExcluir
  8. Gratidão pelas idéias inspiradoras, criativas e dinâmicas que ajudou-me para uma palestra. Agora já sei onde recorrer quando precisar de um norte. Deixo o meu carinho. Luz e paz!

    ResponderExcluir
  9. Grande abraço muito carinhoso a todas vocês. É com alegria e satisfação que contribuo um pouquinho com nossa querida doutrina espírita.

    ResponderExcluir