13 de fevereiro de 2011

Aulas - Leis Divinas e Humanas

Aula 1
Lei Divina ou Natural

Prece Inicial

A Lei Divina ou Natural é a lei de Deus e a única verdadeira para a felicidade do homem. Indica o que se deve e o que não se deve fazer. A lei Divina é eterna e Imutável porque é perfeita. Só os homens mudam suas leis. A lei de Deus é IMUTÁVEL (nunca muda) Todas as coisas da Natureza são leis divinas porque Deus é o autor de todas as coisas. Nós esquecemos as Leis de Deus, mas ele nos envia missionários na Religião pra lembrar as Leis Morais. Essas leis foram colocadas por Deus para que a Justiça se faça e não haja proteção. Nos envia sábios da CIÊNCIA para ajudar o progresso material ( Graham Bell inventou o telefone – Santos Dumont inventou o avião). O sábio estuda as leis da matéria O homem de bem estuda as leis da alma.
Perguntas:
  • Onde esta escrita a lei de Deus? Na consciência de cada um.
  • Quem tem a missão de revelar as leis de Deus? Os missionários. Ex.: Moisés, Jesus, Chico Xavier, Madre Teresa de Calcutá, Alan Kardec.
  • Quem foi o mais perfeito guia que Deus nos mandou pra servir de modelo? Jesus.
  • As Leis de Deus estão escritas nas leias da Natureza?
  • Qual a utilidade do Espiritismo visto que Jesus nos ensinou as leis de Deus? O espiritismo veio nos explicar. Porque Jesus falava em parábolas (naquela época o povo ainda não estava preparado para compreender e as pessoas interpretam como querem. Os espíritas vem dar clareza a estas parábolas.
  • Porque os espíritos não explicaram tudo há mais tempo? Porque as pessoas não estavam preparadas. Seria como ensinar contas de matemática a um bebezinho ou como a luz, precisamos acostumar a vista a ela.
  • Como sabemos a diferença do bem e do mal? É só imaginar: tudo que não queremos para nós, não devemos fazer para os outros.
  • Uma pessoa ignorante tem a mesma responsabilidade sobre seus atos do que outra mais esclarecido? Não. O homem esclarecido sabe e entende o que esta fazendo. O homem ignorante muitas vezes não compreende o erro.

Exemplificar contando uma história:

Juca encontrou dois rádios de pilha velhos, testou e os dois estavam funcionando perfeitamente, só que estavam bastante sujos, mas ele tinha que sair urgente, então, aproveitando a visita de seus dois sobrinhos pediu que cada um limpasse um rádio, e assim pode ir tranquilamente.

De noite quando voltou os sobrinhos correram até ele levando cada qual o rádio que tinha limpado. Marcelo, sobrinho que morava no interior, não tinha muito estudo pois a família não tinha muitos recursos entregou o rádio limpinho.

Daniel, o outro sobrinho que morava na cidade grande, parecia ser mais esperto e também trouxe rádio limpinho.

O tio estava super contente, e ligou os rádio para que os sobrinhos escutassem música mas o rádio de Marcelo não funcionou.

O tio sem entender nada, pois já tinha testado os rádios e estavam funcionando perguntou se ele tinha mexido em algo que poderia ter desregulado. Marcelo inocentemente explicou como tinha feito, ele tinha colocado o radio dentro de um balde cheio de água sabão e com um escovinha tinha esfregado bastante.

No mesmo instante Daniel disse que ele não poderia ter feito isso, e que ele deveria ter limpado apenas com um paninho úmido. Aparelhos eletrônicos jamais devem ser mergulhados em água.

O tio, vendo que o sobrinho não sabia o que estava fazendo não brigou nem nada, ensinou a maneira correta de limpar o rádio para que ele não cometesse novamente o mesmo erro.

Conclusão: Se fosse o sobrinho Daniel que tivesse errado, talvez levasse uma bronca, pois como ele tinha conhecimento, tinha responsabilidade pelos seus atos. Aquele que não fez o mal, mas se aproveita do mal praticado pelos outros é culpado também? É culpado do mesmo jeito, só não fez porque não é usado. Mais se usa é porque aprova. Bastará não fazer o mal para ser agradável a Deus e assegurar sua posição futura? Não, é preciso fazer o bem no limite de suas forças, porque cada um responderá por todo mal que resulte do bem que não haja feito.

Fonte: http://uniaoinfantil.blogspot.com/2010/07/aula-9-lei-divina-ou-natural-prece.html

Aula 2

LEIS DIVINAS E HUMANAS

BIBLIOGRAFIA: O Livro dos Espíritos – questões 614 a 647 – Leis Naturais; Prática Pedagógica na Evangelização (vol. 1) – Conteúdo de Metodologia – pág. 214

OBJETIVO: A criança deverá entender o que são leis. Que tudo é regido por leis. Que as leis que regem o universo são leis de Deus.

DESENVOLVIMENTO:Colocar no quadro a palavra LEI.Perguntar às crianças se elas conhecem esta palavra.Perguntar:

- O que é Lei?

- Para que servem as leis.

Leis existem muitas, vamos ver uns exemplos, e ver como funcionam as leis?

- Levar uma faixa onde estará escrito: Lei do transito: Quem ultrapassar o sinal vermelho pagará multa.Levar para a sala de aula uma situação de um cruzamento de ruas. Fazer em um papelão, cartolina, etc., as ruas, com as faixas de pedestre, os semáforos dos dois lados (um com o sinal verde e o outro com o sinal vermelho), etc. Colocar em cima da mesa ( não fazer desenho para ser mostrado no quadro). Entregar para as crianças carrinhos de plástico e deixa- las simular primeiro a situação correta, ou seja, os carros obedecendo os sinais, segundo a situação errada. Deixa- las concluir qual é a melhor maneira de agir.

- Trocar a faixa do quadro por outra dizendo: Lei do transito: Todo pedestre deve atravessar o sinal na faixa de pedestre, quando os carros já estiverem parados no sinal vermelho.Novamente, deixar as crianças simularem as diversas situações dos pedestres atravessando as ruas, entregando- lhes bonequinhos de plástico.- Em uma nova faixa com os dizeres: Devemos sempre ajudar o nosso próximo.Colocar um bonequinho cego e perguntar às crianças o que elas devem fazer.

- Uma última faixa com os dizeres: O sol aquece e ilumina os dias na Terra. (pendurar uma bola representando o sol).

Conversar com as crianças sobre todas as coisas boas que este astro nos traz.

Retirar toda a encenação, afixar todas as faixas com as leis no quadro.

- Agora que nós vimos algumas das muitas leis que existem, me respondam:

- As leis são boas? - Elas servem para tornar as nossas vidas melhores ou piores?

- Se nós transgredirmos as leis, o que pode acontecer?

- Devemos, então, seguirmos as leis?

Conclusão: As Leis são regras que determinam o que a gente deve ou não fazer.As Leis servem para que a gente não se esqueça de que devemos sempre viver buscando fazer as coisas certas, pois só assim faremos com que a nossa vida e a vida das outras pessoas sejam tranqüilas, boas e felizes.

Estas quatro Leis que estão no quadro vocês acham que foram feitas todas pelos homens?Ir conversando com as crianças até elas concluírem que as duas primeiras leis foram feitas pelos homens para uma determinada situação da vida dele aqui na Terra, e as duas últimas são Leis de Deus: Universais, Imutáveis, Perfeitas.

(Sugestão de Plano de Aula ideal para idades de 7 e 8 anos)

Fonte: http://vstefanello.webs.com/aulaleismorais.htm

Aula 3

Obediência - às Leis de Deus

OBJETIVO: A criança deverá entender o que sejam as leis divinas e quais os seus objetivos; aceitar a idéia de que obedecê-las é alcançar, sem maiores complicadores, a felicidade que almejamos.
BIBLIOGRAFIA: João, 4:34 e 6:38; Hb, 12:9. LE, itens 614 a 648; A Gênese, cap. III : 6. Segue-me (Emmanuel / F.C.Xavier), cap. “Obedeçamos”; Leis Morais da Vida (Joanna de Ângelis / Divaldo Franco), cap. I.
AULA:
a) Incentivação inicial: Diálogo.
O evangelizador desenvolverá com as crianças um diálogo baseado nos seguintes itens:
- quem sabe o que é uma lei?
- para que servem as leis?
- alguém aqui já ouviu falar no novo código de trânsito? (conjunto de leis que regulam o trânsito de veículos);
- vejamos alguns sinais de trânsito e seus significados (Figura 1);
- que pode acontecer quando as leis são desobedecidas?
- será que só existem leis para o trânsito?
b) Desenvolvimento: Exposição.
O evangelizador informará às crianças que:
- os homens fazem leis para permitir uma vida em sociedade com justiça e bem estar para todos;
- em função disto, as leis precisam alcançar não só as pessoas, mas o meio em que vivem, animais, plantas, recursos do planeta, etc.;
- as leis humanas podem mudar para melhor acompanhando a evolução do conhecimento e do entendimento. Por exemplo: há cerca de 130 anos atrás havia uma lei, num país da Europa, que dizia que as crianças podiam trabalhar até 10 horas por dia! Hoje nós vemos pela TV que as crianças são protegidas deste tipo de abuso, com a divulgação do Código da Criança e do Adolescente, que diz terem os mesmos direito à escola, à saúde, ao lazer, etc...;
- existem também as leis divinas, ou naturais, aquelas que expressam a sabedoria e o amor de Deus para com as criaturas, ao dispondo diretrizes que facilitam o progresso;
- as leis divinas não precisam mudar, porque são perfeitas, já que provenientes de Deus, que é a Perfeição;
- em “O Livro dos Espíritos” vamos encontrar as leis divinas, muito bem explicadas, formando o código da boa conduta para construirmos o Reino de Deus em nós (quem se lembra do que seja “reino de Deus”?
- Aula No. 07): Lei de Adoração, do Trabalho, de Reprodução, de Conservação, de Destruição, de Sociedade, do Progresso, de Igualdade, de Liberdade, de Justiça, Amor e Caridade (se o evangelizador achar conveniente, à medida em que citar uma lei, poderá fazer ligeira explicação sobre seu significado, do que ela trata);
- assim como existem maneiras de se corrigir quem infringe as leis humanas (advertências, multas, prisão), as leis de Deus, quando desobedecidas, irão gerar, para o desobediente (por revolta, egoísmo, orgulho, etc.) as dificuldades que chamamos de dor, sofrimento, até que ele resolva voltar ao caminho do bem e conserte o que perturbou;
- e como vamos conhecer as leis de Deus, para que possamos obedecê-las? As leis de Deus estão na nossa consciência; quando fazemos algo errado, sentimos “lá dentro” de nós como se fosse uma luzinha vermelha piscando e nos alertando: isto está errado! Não vá por este caminho! Se insistirmos em teimar, então estaremos sendo desobedientes e teremos nosso progresso comprometido.
c) Fixação: Desenho e pintura.
Distribuir para cada criança cópia da folha de Fixação anexa (abrir arquivo do endereço abaixo), pedindo-lhes que pintem as placas que estiverem com indicações positivas e façam um traço de proibido nas placas que expressem atitudes contrárias às leis de Deus.

Fonte: AME-JF AULA No. 13 DEC Continuação do Plano de Aula e Figura 1 I CICLO “B

Endereço: http://www.evangelizacaojf.ddfserver.com/arquivos/i-ciclo-b/I%20Ciclo%2013%20B.pdf

d) Material didático: Figura 1, colorida com as cores indicadas; cópia da Fixação, lápis de cor ou tinta guache.
OBS.: Para enriquecer a aula, o evangelizador poderá:
- apresentar, a título de curiosidade, outros códigos, como o Código Civil, o Estatuto da Criança e do Adolescente, etc.;
- apresentar às crianças, através de recortes de revistas, as diversas situações que o homem cria para si mesmo ao descumprir as leis humanas ou divinas.
https://groups.google.com/group/focodeluzevangelho/web/aula-19-leis-divinas?hl=pt&pli=1

Um comentário:

Sheila Silva disse...

Nuito boom, estão de parabéns!