16 de outubro de 2009

História - Atilia a lagarta (lei de igualdade)

História de atilia a lagarta
(Tema sugerido: lei de igualdade, preconceito)

Era uma vez uma lagarta, seu nome era Atília. Passava grande parte de sua vida no chão, olhando tristemente os pássaros a cortar os ares com leveza e beleza. Ficava indignada com sua vida e com sua forma feia, para se mover arrastava-se lentamente e com dificuldade, gostaria de ser como os pássaros no céu e se queixa com Deus, Como ele é injusto com ela!

Os pássaros notaram Atília, aquele bicho feio e rastejante no chão! Riam-se dela! Ah! Ah! Ah! Era muito feia, diziam engasgando de tanto rir.
Atília sofria muito com as risadas, o deboche. “Sou a mais desprezível das criaturas”, pensa. “Sou feia, condenada a rastejar pela Terra.”

Um dia, entretanto, subiu desgostosa até o alto de uma árvore e decidiu ficar lá até a morte. No entanto, ela não sabia, mas era a Natureza pedindo que subisse , os animais possuem um instinto que lhes diz o que devem fazer. E assim fez.

Com o tempo foi se formando um casulo em torno dela, confusa ela pensava: “ será que estou morrendo? Será que estou construindo o meu próprio túmulo ?”
Indignada com a vida que levou até então, reclama novamente com Deus: “Porque Senhor me fez assim, diferente e feia?”
Desesperada, tranca-se no casulo e aguarda o fim.

Alguns dias depois, sente que algo acontecera consigo, então se vê transformada com lindas asas coloridas! Ela é uma linda borboleta! Agora pode passear pelos céus, e ser admirada. Os pássaros do bosque se encantaram, algo maravilhoso acontecera! Atília se transformou na mais linda borboleta!
Atília surpreendeu-se com o sentido da vida e com os desígnios de Deus. Tudo se transforma e nada é sempre como aparenta.

FIM

Um comentário:

quartodomeio disse...

olá Simone, meu nome é Luciana e trabalho na Evangelização Infantil do Centro Espírita Galileia(São Gonçalo - RJ).
Gostaria de agradecer pela linda historinha da lagarta. Estou pensando em utilizá-la para trabalharmos a Leis de Igualdade com meus pequenos nesse domingo.
Adorei o blog e sempre passo para pegar inspirações.
Perdoe-me por nunca comentar... rsrsrs
Bjs e abraços fraternos!!!