18 de setembro de 2011

Aula - Sede Perfeitos

SEDE PERFEITOS

Capítulo XVII – Evangelho Seg. o Espiritismo

Bibliografia: Evangelho Segundo o Espiritismo, cap.17; Brincando e Aprendendo o Espiritismo, volume 2; Mateus, 13: 18-23.

Prece Inicial

Primeiro momento: Desenvolvimento do tema:

Jesus disse: “Sede perfeitos como vosso Pai Celestial é perfeito”

Jesus é o modelo que Deus nos enviou para alcançar a perfeição.

Mas para chegarmos à perfeição, precisamos eliminar os defeitos que possuímos:

ORGULHO


EGOÍSMO

Orgulho e egoísmo são nossos piores defeitos.

Todos os outros vícios têm seu princípio no orgulho e no egoísmo.


E em que deveremos perseverar para alcançar a perfeição?

Jesus o disse: “Amar os inimigos, fazer o bem àqueles que nos odeiam, orar por aqueles que nos perseguem.”

Precisamos perdoar, querer bem aos nossos inimigos e orar por aqueles que nos perseguem e caluniam.

PERDOAR


ORAR PELOS INIMIGOS



Mas a essência da perfeição está na:

CARIDADE

Ela implica na prática de todas as outras virtudes.


Devemos estar vigilantes, pois orgulho e egoísmo enfraquece e até destrói os elementos da verdadeira caridade.


O HOMEM DE BEM:


O homem de bem é aquele que pratica a Lei de Justiça, Amor e Caridade.

Vigia suas ações e se empenha em cumprir todos seus deveres.

Procura fazer aos outros o que deseja que fizessem a ele.

Procura fazer todo o bem possível.


PERDOA SEMPRE


TEM FÉ EM DEUS


PRATICA A CARIDADE


Para podermos conquistar a perfeição, Deus permitiu que Moisés nos trouxesse as Suas Leis, depois Jesus nos mostrou o caminho com seus ensinamentos e Kardec codificou o Espiritismo.


Através da Doutrina Espírita, podemos entender melhor certos fatos e ensinamentos de Jesus que não foram compreendidos, pois os homens daquela época não estavam prontos para entender.

O Espiritismo nos facilita o entendimento, ele explica o que Jesus não pode dizer com clareza para que então tenhamos uma fé sólida e esclarecida, pois ele vem nos lembrar que todos nós temos

DEVERES MORAIS para com o próximo.


Devemos ser bons e caridosos com o nosso próximo.


Devemos tratar a todos com

educação e atenção.

Devemos cuidar da nossa cidade, pois ela pertence a todos.


Devemos obedecer ao papai e a mamãe

ou aquele que é responsável por nós.

O dever começa precisamente onde ameaçamos a felicidade ou a tranqüilidade do próximo.

CUMPRINDO NOSSOS DEVERES ESTAREMOS CONQUISTANDO VIRTUDES E DEIXANDO PARA TRÁS NOSSOS DEFEITOS.

Para conseguirmos realizar todas essas conquistas, precisamos também ter saúde. E para isso devemos cuidar de nosso corpo físico:

· Comendo alimentos saudáveis

· Praticando atividades físicas;

· Cuidando da higiene.

E de nosso Espírito também, trocando defeitos por virtudes, para sermos um dia, mais perfeitos.

Segundo momento: Contar a parábola do Semeador.


História: A Parábola do Semeador

O que é parábola?

Parábolas são historinhas curtas que Jesus contava para o povo daquela época e que sempre traziam um ensinamento. Esta parábola do semeador é assim:

Um dia um semeador saiu para semear, isto é, espalhar as sementes de trigo pelo solo de sua terra.

Algumas sementes caíram na beira de uma estrada que passava por ali e foram pisadas pelos que estavam passando e os passarinhos comeram todas.

Outro tanto caiu no meio dos pedregulhos, e logo nasceram, mas também secaram depressa.

Outras caíram no meio dos espinhos. E os espinhos cresceram e sufocaram as plantinhas que também morreram.

- Coitado do semeador... Então ele perdeu tudo?

- Claro que não! Pois muitas das sementes, a maior parte, caiu em terra boa, bem preparada, bem cuidada. E logo germinara, cresceram e se tornaram árvores frondosas que davam muitos frutos.

- É o seguinte, prestem atenção:

O campo que aquele homem semeou é o nosso mundo e as sementes são os ensinamentos que Jesus trouxe para nós. (A terra é o nosso espírito, mais preparado ou não para receber essa semente.)

Quando alguém ouve os ensinamentos mas não pratica, é igual às sementes que caíram na beira da estrada.

Quando alguém ouve os ensinamentos e logo depois esquece, é igual às sementes que caíram no meio dos pedregulhos.

Quando alguém entende os ensinamentos, mas acha difícil praticar e prefere cuidar dos seus caprichos pessoais, é igual às sementes que caíram no meio dos espinhos.

Mas quando alguém recebe os ensinamentos e procura viver de acordo com o que Jesus nos ensinou, é igual a que?

- É igual às sementes que caíram em terra boa, bem preparada e bem cuidada. Porque a árvore vai crescer e dar bons frutos.

- Pois então agora eu quero saber como vão crescer os ensinamentos que eu hoje estou plantando no coração de cada um de vocês...

- Os ensinamentos de Jesus vão frutificar se vocês entenderam e puserem em prática com boas ações e amor aos semelhantes, pois a caridade é a maior das virtudes, que nos levará à perfeição.

Sugestão: Representar os tipos de solos citados na parábola em potinhos para contar a história.



Terceiro momento: Encontrar os 7 erros e colorir.



Prece Final

4 comentários:

Anônimo disse...

Oi, muito bom seu blog... no decorrer das aula, vamos acumalando tanto material. Nada melhor que reparti. Muito obrigada.

Laura Buscadora disse...

Oi, Simone, amei seu blog. Também tenho um blog onde posto aulas de Evangeliação. Venha me fazer uma visita: jardimsecretodalaura.blogspot.com.br
Paz e luz!
Laura

OIga Miranda disse...

Querida irmã,
to obg por compartilhar de forma tão didática as aulas de evangelização ue o Reino de Deus brilhe cada vez mais em seu coração. Olga Miranda/AL

josi disse...

Querida Simone.

Amei seu blog, acabei usando algumas ideias suas para uma palestra direcionada ao público adulto. E funcionou muito bem.


Parabéns!