15 de julho de 2011

Aula - Missão dos Apóstolos



Objetivo: As crianças deverão entender que:

· Jesus convidou os 12 apóstolos para trabalharem com Ele, para nos ensinar a importância da colaboração no serviço de elevação espiritual;

· Que Cristo continua a nos convidar para prestarmos colaboração na sua obra de amor;

· Cabe a nós Espíritas cumprir com nossos deveres, da melhor maneira possível, para ajudar Jesus na continuação da sua obra.

Base doutrinária para o Evangelizado: Jesus no lar, Cap. 41, Evangelho segundo o Espiritismo, cap. 18

Atividades iniciais:

1 . Canto

2 . Prece inicial

3 . Introdução do tema: Dizer às crianças:

Prestem bem atenção no que vou contar, porque depois precisarei da colaboração de vocês para responder algumas perguntas.

Certo senhor queria abrir uma fábrica de “produtos alimentícios caseiros”. Ele não tinha ninguém que soubesse auxiliá-lo. Ele então abriu um Curso e 100 pessoas se matricularam.

Ele precisava somente de 12 funcionários,

Como será que ele fez as escolha no final do curso das pessoas que o ajudariam?

Ouvir as respostas e de preciso, questionar algumas.

Ex: A melhor nota (Será que esta pessoa gosta de cozinhar? Ela tem prazer em fazer isso?)

Quem fez a melhor comida (Fez com amor ou só para passar no teste?)

Ir assim, conduzindo questionamentos sobre as respostas dadas.

Depois que o senhor empregou os 12, o que será que aconteceu com os outros alunos? Eles também eram bons. (ouvir opiniões e se não chegarem à conclusão desejada, explicar que alguns deles foram aproveitados para ensinar a outra turma; outros montaram seu próprio negócio e assim ia se sucedendo. Muitos construíram uma nova vida com o ofício aprendido).

4 . Desenvolvimento do tema:

Com Jesus aconteceu assim. Ele caminhava, pregando para multidões onde alguns O acompanhavam para toda parte. Jesus os chamava de Discípulos. Mas Ele precisava de companheiros que levassem sua palavra adiante, depois que Ele se fosse. Como ele tinha bom senso, procurou escolher dentre aqueles que o acompanhavam, os que partilhavam da sua idéia, os seguidores mais fiéis e que seriam capazes de conduzir outros homens no futuro.

Desse modo Jesus começou a fazer convites. Ao passar pelo mar da Galiléia, Ele encontrou dois irmãos: Simão Pedro e André, que eram pescadores. E Ele lhes perguntou se ao invés de pescadores de peixe, não gostariam de se tornar ”pecadores de homens”. Essas palavras foram ditas com tal magnetismo que imediatamente os dois irmãos deixaram seus afazeres e o seguiram.

Prosseguindo, encontrou outros dois irmãos: Thiago e João que também foram convidados e aceitaram a tarefa.

E assim Jesus continuou até conseguir 12 homens a quem chamou de Apóstolos que quer dizer “enviado”. E Ele sabia que esses homens seriam capazes de levar sua mensagem por todo lugar os escolhidos foram: Simão Pedro, Thiago, André, Filipe, Bartolomeu,Mateus, Tomé, Tiago Simão e Judas Iscariotes.

E esses homens rudes que contemplaram Jesus face a face, foram tomados por tal fascínio pelo Mestre que nunca mais deixaram de falar dele, fazendo da história cristã uma grande história de Amor. Eles deixaram tudo e o seguiram para sempre.

E nós que somos Espíritas, será que podemos nos tornar “pescadores de homens” ? Como?

Seguindo sua Doutrina de Amor e Luz e divulgando-a através de palavras e, principalmente do nosso exemplo. Não devemos ter a presunção de comparar nossa tarefa com a dos apóstolos, mas humildemente devemos fazer a parte que nos cabe.

Quem poderia dizer o que fazer para podermos agir como discípulos de Jesus? (escutar as respostas e se necessário, fazer comentários).

5. Atividade final:

a) Jesus tinha amigos que andavam com ele. Você também tem amigos? Desenhe aquele de que você mais gosta.

b) Descubra os nomes de sete apóstolos de Jesus:

VRQPEDROWZTX

ANDRÉSUVKYJI

HGRNOHQMJOÃO

IVOETIAGORPV

XRZTOMÉFLTZN

JUDASKRWXMVF

EQUJDPIMÃO

c ) Vamos construir um cartaz com titulo: Que nós crianças podemos fazer para continuar a obra dos discípulos de Jesus .

Um Exemplo:

Ter Humildade

Não mentir

Não se “achar melhor” que o outro

Orar sempre

Ajudar em casa

Ter amor pelas pessoas, natureza e animais

Colaborar com a limpeza da cidade

Dar alegria a quem está do nosso lado

Ser tolerante, não brigar

6. Oração final.

(Desconheço a fonte de autoria. Se Souber qual seja, por favor nos informe, a fim de darmos os devidos créditos)

Nenhum comentário: